Prefeitura municipal de Dourados não disponibiliza transporte para atletas do Judô nos Jogos Escolares de MS 2019 realizado no municipio de Jardim – MS
Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019

Devemos nos lembrar que a essência do esporte não está na marca
ou no escore, mas nos esforços e na habilidade despendidos para
atingi-los.
Jigoro Kano
A equipe de Judô da cidade de Dourados/MS devidamente credenciadas e
registradas na FJMS composta pelas entidades Judô ACJ, Clube Sakura de
Judô, Clube Judokan de Dourados e Clube Indaiá de Dourados com os esforços
dos pais dos atletas vieram e fizeram um excelente trabalho mesmo com todas
as dificuldades de apoio e principalmente de transporte, honraram seus
compromissos com seus filhos e seus atletas, na categoria Sub15 feminino
ficaram em 3° lugar e na categoria Sub15 masculino 2° lugar, já na categoria
Sub18 feminino conquistaram o 2° lugar e na categoria masculino o 2° lugar,

participaram do Jogos Escolares 16 cidades e 216 atletas de MS sendo 125
atletas masculino e 91 atletas feminino, aliás todas, TODAS as prefeituras das
15 cidades participantes honraram seus compromissos mesmo com todas as
dificuldades de seus municípios, honraram com sua juventude, com seus jovens
com apoio e transporte para técnicos e atletas.
Atletas da cidade de Dourados – MS que participaram dos Jogos Escolares de
MS no município de Jardim - MS:
1 - Victor Hugo de Oliveira dos Santos (ACJ)
2 - Luiz Herique Arruda de Araujo (CLUBE SAKURA DE JUDÔ)
3 - Matthaus Henrique Vitor Bonetti (ACJ)
4 - Enzo Antoniazzo Gadani (ACJ)
5 - Filippe de Souza Ribeiro (ACJ)
6 - Bruno Rodrigues Camargo (ACJ)
7 - Breno Das Duarte (ACJ)
8 - Maria Eduarda Herculano dos Santos (ACJ)
9 - Ana Lia Hisano Oshiro (CLUBE SAKURA DE JUDÔ)
10 - Ana Flavia Carlos Silva (CLUBE JUDOKAN DE DOURADOS)
11 - Ana Luiza de Oliveira Souza (CLUBE SAKURA DE JUDÔ)
12 - Julia Munarini Caetano (CLUBE SAKURA DE JUDÔ)
13 - Manuela Santos de Souza (CLUBE SAKURA DE JUDÔ)
14 - Thalison Henrique de Aguiar Silva (CLUE INDAIÁ DE DOURADOS)
15 - João Pedro Borges de Novais (CLUBE SAKURA DE JUDÔ)
16 - Luiz Miguel Carvalho Vital (CLUBE SAKURA DE JUDÔ)
17 - Gabriel Barbosa Duarte (ACJ)
18 - Nycollas Rafael Pereira Lopes (ACJ)
19 - Giovane Alexandre Martins Cano (ACJ)
20 - Thiago Evanil Sales e Souza (ACJ)
21 - Kauê Mattos do Carmo Benites (ACJ)
22 - Isabela Agostini (ACJ)
23 - Eloize Fabiany Rodrigues Echeverria (ACJ)
24 - Ana Claudia Carollo Pina (CLUBE SAKURA DE JUDÔ)
25 - Kanã Waura de Carvalho (CLUBE SAKURA DE JUDÔ)
26 - Isabely Godoy Santana Santos (ACJ)

27 - Sarah Valendolf (ACJ)
28 – Eduardo Cavalcanti de Oliveira Junior (CLUBE JUDOKAN DE DOURADOS)
Dos 28 atletas que representaram o município de Dourados – MS 05 atletas se
classificaram para os Jogos Escolares da Juventude que será realizado no
município de Blumenau – SC.
1 - Kanã Waura de Carvalho (SAKURA)
2 - Manuela Santos de Souza (SAKURA)
3 - Ana Lia Hisano Oshiro (SAKURA)
4 - Giovane Alexandre Martins Cano (ACJ)
5 - Breno Das Duarte (ACJ)
Registros e pesquisa desenvolvidos no meio acadêmico fala sobre a importância
do desporto para crianças no contexto escolar, conforme Borges (2009) apud
Simão (2017) comenta que “[...] o desporto tem um grande valor no contexto
social, mostrando à criança que através das modalidades desportivas, pode-se
fazer com que crianças que nunca se viram ou se falaram possam interagir” (p.
16), conforme Bracht, Caparroz e Fonte (2003, p. 56-57) comentam que a
socialização relaciona-se também com “valores, disciplina e ajuste social”, sendo
que é “predominantemente” no esporte que ela se realiza, aparecendo “como
uma marca distintiva da Educação Física no contexto escolar”.
Fazendo uma pesquisa das leis vigentes atualmente no Brasil podemos destacar
que, segundo a ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente em seu artigo 59:
Art. 59. Os municípios, com apoio dos estados e da União, estimularão e
facilitarão a destinação de recursos e espaços para programações culturais,
esportivas e de lazer voltadas para a infância e a juventude.
Conforme a nossa Constituição Federal de 1988: “Nós, representantes do povo
brasileiro, reunidos em Assembleia Nacional Constituinte para instituir um
Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e
individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a
igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna,

pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na
ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias,
promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA
REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL” em seus artigos:
Art. 217. É dever do Estado fomentar práticas desportivas formais e não-formais,
como direito de cada um, observados:
I - a autonomia das entidades desportivas dirigentes e associações, quanto a
sua organização e funcionamento;
II - a destinação de recursos públicos para a promoção prioritária do desporto
educacional e, em casos específicos, para a do desporto de alto rendimento;
III - o tratamento diferenciado para o desporto profissional e o não- profissional;
IV - a proteção e o incentivo às manifestações desportivas de criação nacional.
§ 1º O Poder Judiciário só admitirá ações relativas à disciplina e às competições
desportivas após esgotarem-se as instâncias da justiça desportiva, regulada em
lei.
§ 2º A justiça desportiva terá o prazo máximo de sessenta dias, contados da
instauração do processo, para proferir decisão final.
§ 3º O Poder Público incentivará o lazer, como forma de promoção social.
Segundo a Lei Municipal da cidade de Dourados – MS de número 1261 (5 de
Abril de 1990):
Art 2º - Compete a Fundação Cultural e de Esportes:
a – formular políticas culturais e de esportes do Município;
b – articular-se com órgãos federais, estaduais e municipais, bem como
universidades e instituições culturais e esportivas de modo a assegurar a
coordenação e a execução de programas culturais e esportivos de qualquer
iniciativa;
c – promover a defesa do patrimônio histórico do Município de Dourados;
d – conceder auxilio a instituição culturais e esportivas existentes no Município,
para assegurar o desenvolvimento de um programa cultural/ ou esportivo efetivo;
e – elaborar o seu regimento a ser aprovado pela Prefeitura Municipal;

E conforme Lei Orgânica da cidade de Dourados/MS propõe em seus artigos:
Art.246 - É dever do Município fomentar a prática desportiva formal e não formal,
inclusive para pessoas portadoras de deficiências, como direito de cada um,
observados:
I - a autonomia das entidades desportivas dirigentes e associações, quanto à
sua organização e ao seu funcionamento;
II - a destinação de recursos públicos para a promoção prioritária do desporto
educacional e, em casos específicos, para a do desporto de alto rendimento;
III - a proteção e o incentivo às manifestações esportivas de criação nacional e
olímpicas;
IV - a proteção e o incentivo às manifestações esportivas do Município;
V - incentivo, inclusive com isenções e estímulos fiscais, às iniciativas de caráter
privado que promovam o desporto e o lazer, em especial quando se destinarem
à criança e ao idoso.
Parágrafo Único - O Município incentivará o lazer, como forma de promoção
social. (Redação dada pela Emenda à Lei Orgânica nº 38/2006)
Art. 247 - O Município incentivará as práticas desportivas através de:
I - criação e manutenção de espaços adequados para a prática de esportes nas
escolas e praças públicas;
II - aproveitamento imediato e total dos insumos recebidos dos Governos Federal
e Estadual com vistas à construção e manutenção dos espaços próprios para a
prática esportiva;
III - instituição de conselho formado por representantes das associações
desportivas do Município e dos órgãos governamentais, visando:
a) propor e fiscalizar a execução da política esportiva;
b) gerenciar e cadastrar as atividades esportivas;
c) opinar sobre a destinação e prestação de contas das verbas específicas;
d) apoiar preferencialmente as entidades desportivas de menor porte;
e) incentivar a prática desportiva possível para os deficientes físicos realizando,
anualmente, semana de competições com a participação de deficientes físicos

mentais;
f) assistência à saúde e verificação da aptidão dos escolares para a prática
desportiva, regulamentando o atendimento hospitalar, principalmente de
primeiros socorros, quando de acidentes em treinamentos ou competições
programadas pelo órgão oficial responsável pelo desporto municipal.
Art 249 - Todo clube amador que possuir sede própria no Município de Dourados
terá incentivo do Poder Público Municipal na forma da lei, desde que mantenha
no mínimo quarenta menores carentes na prática esportiva.
Art. 252 - As atividades físicas sistematizadas, os jogos recreativos e de
desportos, nas suas diferentes manifestações, são direitos de todos os cidadãos
e dever do Município.
Neste contexto o porquê de negar, de não organizar, de não programar, de não
priorizar, de ser ausente onde mais se precisa em nossa sociedade, é revoltante
quando uma administração não cumpre seu papel, quando é omissa em
administrar o patrimônio de um município, de não ter a mínima prioridade com a
sua juventude, com os nossos jovens. É inadmissível a segunda cidade do
estado de Mato Grosso do Sul com uma população estimada em 222,949
pessoas segundo IBGE e com previsão de entrada nos cofres da Prefeitura de
Dourados conforme projeto de Lei nº 113/2018 estabelece que no ano de 2019
o valor de R$ 1.018.000.000,00 (um bilhão e dezoito milhões de reais) para fazer
frente às despesas nos mais diferentes setores da Administração Pública
Municipal, sendo destes, uma fatia para Fundação de Esportes de Dourados com
um orçamento de R$ 3.055.660,00 (três milhões e cinquenta e cindo mil e
seiscentos e sessenta reais), não ter um transporte para atender atletas da
cidade de Dourados para os Jogos Escolares de MS. Em apuração feita, a
Prefeitura Municipal de Dourados está em debito com a empresa que faria o
transporte, por esse motivo não foi realizado. O que estamos pedindo, solicitando
e exigindo é nada mais do que um direito que está na lei seja ela Municipal,
Estadual ou Federal é um direito que todos os cidadãos que pagam seus
impostos e contribuem tem assegurado. Fazemos o que sabemos fazer por
amor ao esporte, ao judô.

Fonte:
1 - BRACHT, Valter; CAPARROZ, Francisco Eduardo; FONTE, Sandra Soares
Della. Pesquisa em ação: educação física na escola. Ijuí: UNIJUI, 2003.
2 - SIMÃO, Paulo Miguel Borges Garcia da Ponte. O contributo dos jogos
desportivos escolares no processo sócio-desportivo de crianças e jovens em
idade escolar. Dissertação de Mestrado em Ensino da Educação Física no
Ensino Básico e Secundário, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro,
Vila Real-PT,. 7 ago. 2017. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10348/7384>.
Acesso em: 01 out. 2017.
3 – https://leismunicipais.com.br/lei-organica-dourados-ms
4 – http://www.dourados.ms.gov.br/index.php/lei-no-1261-cria-a-fundacaocultural-e-de-esportes-de-dourados-funced-alterada-pela-lc-192/
5 - http://do.dourados.ms.gov.br/wp-content/uploads/2019/05/29-05-2019.pdf
6 - https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ms/dourados/panorama
7 - https://zempo.com.br/
https://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:4hY9jZ2JD9UJ:https://diari
oms.com.br/orcamento-da-prefeitura-de-dourados-supera-marca-de-r-1-bilhao-em-
2019/+&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br

http://dojoacj.com.br/

Apoio

Federação Internacional de Judô

Confederação Brasileira de Judô

Federação de Judô do Mato Grosso do Sul

Instituto Kodokan de Judô

World Judo Day (Dia Mundial do Judô)

Olimpíadas de Londres - 2012

Rua Melvin Jones, 815 - Bairro Jardim América - CEP 79803-010 - Dourados/MS

2010 © SAKURÁ - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: